quinta-feira, 26 de agosto de 2010

O Cantar Que Nos Hermana


O Cantar Que Nos Hermana Shana Muller
Milonga se canta com garra
E ânsia de pátria no peito
Juntando verso e guitarra
Entrelaçados com tentos
É o canto de liberdade
No vôo de um passarinho

E o berro do touro no pasto
É o rastro do meu caminho

Se ponteada ou mais largada
Rio-grandense ou castelhana
Na pampa rompe fronteiras
É o cantar que nos hermana

A milonga invida a mágoa
Do santo e do pecador
Até o mais louco se acalma
Pra escutar um payador
Feito o vento no alambrado
Seu assovio se prolonga
Quem tem a alma campeira
Guarda nela uma milonga

Se ponteada...

Desta vertente divina
Brota uma voz que ressonga
O chão sul-americano
É um manancial de milongas
São três raças hermanadas
Comungando um só destino
A pampa é nossa bandeira
E a milonga o nosso hino
A pampa é nossa bandeira
E a milonga o nosso hino.

Se ponteada...

Nenhum comentário:

Postar um comentário